terça-feira, 28 de abril de 2015

sexta-feira, 27 de junho de 2014

O pinguim-imperador e o frio

O pinguim-imperador

Na Antártica, o pinguim-imperador gosta de ficar parado no congestionamento. Como as temperaturas podem chegar a -50 ºC, a aglomeração física ajuda a preservar o calor e a energia dos machos enquanto chocam os ovos. Os pinguins atuam em conjunto. No outono passado, uma equipe de pesquisa constatou que, quando uma ave se move, gera ondas de movimentos em todas as direções, a medida que os outros se reacomodam.
Outras aves também se congregam e atuam como se fossem um só organismo. "O que distingue os pinguins-imperador é que eles procuram restringir o espaço que os separa, visando o aquecimento", explica o físico Richard Gerum, da Universidade de Erlangen-Nuremberg. A sua simulação das aglomerações de pinguins talvez sirva no futuro para detectar maneiras de melhorar o fluxo no tráfego dos carros nas grandes cidades. 

Por Daniel Stone


Fonte: Revista National Geographic - Edição Junho/2014
Veja mais aqui no site da National.


Se for compartilhar use a fonte >> PLÁGIO É CRIME <<


                                                                                             Fonte da imagem


Curtiu?

quarta-feira, 25 de junho de 2014

A história da Taça da Copa do Mundo



A estrela da copa

No início da década de 1970, a Fifa encomendou um novo troféu para a décima edição do Mundial, marcada para 1974. Ele substituiu a Taça Jules Rimet, conquistada em definitivo pelo Brasil após o tricampeonato no México (e roubada da sede da Confederação Brasileira de Futebol em 1983). Artesãos de sete países enviaram 33 projetos. O vencedor foi o italiano Silvio Gazzaniga, que descreveu sua criação assim: "As linhas saltam da base, em espirais, se abrindo para receber o mundo. Da impressionante tensão do corpo da escultura, surge a figura de dois atletas no agitado momento da vitória". Para confeccioná-la, primeiro foi feito um molde de gesso, depois outro, de cera rígida, e só então elaborada a peça final, em ouro maciço com base em malaquita, uma pedra semipreciosa, com espaço para gravação do nome de todos os campeões do Mundial e o respectivo ano da vitória, de 1974 até 2038. Até o momento, constam seis países: Brasil (1994 e 2002), Alemanha (1974 e 1990), Argentina (1978 e 1986), Itália (1982 e 2006), França (1998) e Espanha (2010). O troféu pesa 6,175 quilos e tem 36,8 centímetros. Cada campeão fica com ele por quatro anos e ganha uma réplica folheada a ouro, também com base em malaquita.


Curiosidade

Olhando com as mãos

De acordo com normas da Fifa, somente jogadores e chefes de estado podem tocar a taça. Mas em setembro de 2013, em uma ação comercial da Coca-Cola, a regra foi quebrada. O troféu foi tocado pelos jogadores do time brasileiro de Futebol de Cinco, disputado por atletas cegos.



Fonte: Revista Superinteressante - Edição 332 - Maio/2014
Saiba mais no Site da super


Se for compartilhar use a fonte >> PLÁGIO É CRIME <<



                                       Curtiu?

domingo, 10 de março de 2013

Chorão

Vá em Paz nosso Chorão...guerreiro, humilde...
A droga te venceu, mas o céu te espera!
Vamos sentir saudades..quem substituirá você? Ninguém....!

Não importa Chorão, para muitos seu reconhecimento veio após sua morte, mas para mim e uma geração inteira você já é uma Lenda faz tempo!

"..eu não vim pra me explicar
eu vim pra confundir,
eu não vim pra me explicar..."

Ilha Phi Phi, Tailandia